Fotografia Profissional – Os 3 Novos Pilares

Resolvi falar sobre os 3 novos pilares da fotografia profissional porque vejo muitos fotógrafos com pensamentos do tipo:

O mercado da fotografia está saturado!

Não tem espaço para novos profissionais!

Todo mundo está virando fotógrafo!

Você também já teve algum desses pensamentos? Se a sua resposta for “sim” então continua aqui comigo que vou te mostrar a “luz no fim do túnel!

E se você é novo neste “universo” e está em busca de algum curso de fotografia, ou quer se tornar um fotógrafo profissional, talvez seja interessante você garantir a sua cópia do nosso Guia Completo de Fotografia para Iniciantes.

Spoiler: no final vou deixar 5 dicas rápidas para você sair na frente e entrar para o mercado das Artes Visuais da forma correta e ainda ganhar $$.

Quando se fala nos 3 pilares da fotografia logo vem a mente o famoso trio: Abertura, Velocidade e ISO. Mas não é disso que vou falar aqui hoje. O assunto vai muito além disso.

A fotografia profissional vive uma expansão mercadológica intensa nos últimos anos. Os novos dispositivos, a internet e as novas técnicas de impressões proporcionaram uma guinada comercial enorme em relação a épocas passadas.

Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - fotógrafo profissional

Os equipamentos, por sua vez, melhoraram drasticamente e se tornaram muito mais acessíveis. Mesmo assim os fabricantes adoram cobrar caro por seus “brinquedos”, isso sem falar nos altos impostos aqui no Brasil que deixam os produtos ainda mais caros… Mas isso é assunto para outra hora!

A impressão fine art mostrou que veio para dominar o mercado e tem que estar presente como produto em qualquer portfólio.

Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - fotógrafo profissional - Impressão Fine Art

A fotografia autoral abriu outra visão de mundo e se tornou um estilo de vida muito mais conectado com as necessidades mercadológicas atuais.

A forma de se relacionar com o mercado também mudou drasticamente e trouxe novas possibilidades financeiras para o fotógrafo.Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - o fotógrafo profissional

Com a internet o universo do fotógrafo ficou sem fronteiras. Os inúmeros modelos de negócios e a nova dinâmica do mercado possibilitaram uma captação financeira bem maior. Muitos fotógrafos começaram a viver do próprio sonho e a ter um estilo de vida independente do mercado corporativo.

Para você, que gosta e que pensa em talvez um dia viver de fotografia, é que resolvi escrever este artigo! Porque sei que existe espaço e possibilidades para TODOS que querem levar a sério e fazer um bom trabalho, mas fico incomodada quando escuto fotógrafos reclamando sem se quer se reciclarem, sem pesquisarem sobre as novidades e possibilidades que o mercado oferece. Até porque, como diz aquela frase famosa:

Tudo o que não se renova está morrendo.

É hora de reciclar, renovar! Pensar fora da caixa.

Resumi as principais mudanças na fotografia nos 3 novos pilares da fotografia profissional:

FineArt

O primeiro pilar foi a impressão fine art que mudou a forma do fotógrafo e o cliente tratar e olhar a fotografia. Ela já não é mais apenas uma fotografia e sim uma obra de arte com durabilidade superior a 200 anos.

Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - Impressão Fine Art

Fotografia Autoral

O segundo pilar foi a fotografia autoral porque ela expandiu a forma de pensar e interpretar a imagem. Abriu um novo mercado, inseriu o fotógrafo nas galerias de arte, o que antes acontecia de forma tímida, hoje já tem feiras de arte especializadas em fotografia autoral. Todas as Galerias de Arte possuem fotógrafos em seu portfólio ou estão atrás de novos talentos. O mercado da fotografia autoral é o segmento que mais cresce na fotografia e falta profissionais para atuar nesta área. (Dica quente!)

Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - Fotografia Autoral - Guilherme Pupo
@ Guilherme Pupo

Mercado Fotográfico

E o terceiro e grande pilar é a maneira do fotógrafo se relacionar com o seu cliente e com o mercado, seja pelas mídias sociais e os diferentes dispositivos de captação de uma imagem, seja pelos infinitos modelos de negócios em fotografia que surgem para otimizar a captação financeira e melhorar a economia do fotógrafo.

Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - mercado fotográfico

Este terceiro pilar, que eu chamo de Mercadologia, abrange desde a parte de marca, branding, marketing, modelos de negócios e relação com o cliente até o consumidor final.

O mercado fotográfico mudou MUITO nos últimos tempos e esse é o perigo do fotógrafo que não se atualiza: fica com o pensamento lá atrás, perde excelentes oportunidades simplesmente por não saber que elas existem! 

Quando falamos sobre “mercado fotográfico”, ser “fotógrafo profissional”, “viver de fotografia” ou ter uma “carreira na fotografia”, geralmente (GERALMENTE!) pensamos naquele fotógrafo de casamento ou mesmo no fotógrafo de aniversários, ensaios… Porque nesses casos sabemos como se “ganha o pão de cada dia”. Sabemos que o cliente contrata e paga pelo serviço. Agora…

…não nos atentamos para esse outro lado da moeda: o autoral, fine art, e até mesmo o modo como nos relacionamos com esses segmentos.

E isso acontece simplesmente porque não sabemos como é esse mercado. Não sabemos como explorar esse ‘filão’ e nem como obter ganhos e reconhecimento nessa vertente da fotografia profissional.

O grande lance é que falta informação de qualidade sobre esse mercado fotográfico.

Pensando nisso e em trazer algo novo e útil para você e todos que nos acompanham aqui no blog, fizemos uma parceria super legal com o pessoal do site Artistas Visuais. Eles são hoje a única escola no Brasil focada em estudar, aprimorar e difundir novos modelos de negócios em artes visuais.

Sim, somos artistas visuais!

Assim você também pode se inserir neste mercado e aprender com os melhores do ramo. Isso facilita bastante, pois muitos erros podem ser evitados simplesmente porque você está tendo apoio de quem conhece o caminho a ser percorrido.

Agora pode ser que você esteja se perguntando:

Ok… E como eu faço pra entrar nesse mercado?

Por onde começar?

Porque imprimir em fineart?

Ou mesmo: Como posso ganhar a vida com fotografia fine art ou fotografia documental?

E por aí vai…

Eu sei, são muitas perguntas que chegamos a duvidar disso tudo. Calma! Respira… Vamos juntos.

Os 3 novos pilares da Fotografia Profissional - just breathe
. . . apenas respire . . .

Vamos lá…

Vou destacar 5 dicas rápidas para você sair na frente e entrar no mercado das Artes Visuais da forma correta e saber como ser pago pelo seu trabalho:

– Arte Contemporânea
Estude sobre arte! É fundamental entender sobre arte contemporânea bem como seus diferentes signos e arquétipos. Assim você ganha bagagem, enriquece seu trabalho e fica anos luz na frente de um fotógrafo sem esse conhecimento.

– Fine Art
É essencial conhecer o processo de criação e produção de uma impressão fine art até para você dar o devido valor a este tipo de impressão e poder repassar isso a seus clientes.

– Familiarize-se com o Mercado das Artes Visuais
É importante adotar as melhores técnicas e metodologias para executar o seu projeto comercial. Importante também é ter um bom plano de marketing, conhecer mais de perto o mercado das artes visuais e como alinhar a sua arte neste mercado.

– Precificação de Obra de Arte
Como cobrar pela nossa arte? É preciso aprender a calcular o valor do seu trabalho. Existem planilhas que ajudam você a chegar nos valores certos, e para isso você precisa enriquecer seu trabalho.

– Tenha seu próprio e-commerce
Monte seu e-commerce (existem plataformas próprias para isso) e comece a vender suas obras pela internet!

Com essas 5 dicas você já pode sair na frente de muitos fotógrafos que, por qualquer motivo, continuam ignorando essa fatia de mercado.

Agora, se você quer realmente levar isso a sério e quer mais, quer estar rodeado de profissionais qualificados que podem te ajudar e aprender as melhores práticas para se destacar e entrar de vez para o mercado autoral, tenho uma boa notícia para te dar…

O pessoal do Artistas Visuais está lançando um curso chamado Art Business que sintetiza essas mudanças e direciona tecnicamente o fotógrafo tanto na produção de fotografia autoral com impressões em fine art como na questão mercadológica através do conhecimento dos diferentes modelos de negócios para quem deseja seguir uma linha mais artística e com maior valor agregado.

E essa não é a boa notícia que avisei ali em cima… Calma que já te falo o que é!

O curso é dividido em 8 disciplinas + desafio e-commerce. Todas as disciplinas tem direcionamento mercadológico. Você faz o curso on-line , no conforto de seu lar e ainda tem consultorias de marketing, de produção de Impressões Fine Art e ajuda na produção do seu portfólio.

O pessoal do Art Business vai analisar o seu projeto e indicar os pontos que podem ser melhorados e como melhorar, em alguns casos, eles mesmo farão as intervenções técnicas para aperfeiçoar as tarefas dos alunos. Acompanhamento total!

O aluno terá uma atividade especial que é a produção de 4 impressões Fine Art. O aluno envia o arquivo e eles cuidam da impressão e entrega. E você não paga nada a mais por isso.

O curso tem uma certificação respeitada no mercado criativo e principalmente no mercado das artes visuais, pois todo o curso foi desenvolvido em uma Galeria de Arte.

E para deixar isso tudo ainda melhor, eles liberaram um super desconto só para quem acompanha a gente aqui no Clicando e Andando. Conversei com o pessoal super bacana e consegui exatos 40% de desconto exclusivo para nós!

Você faz a sua inscrição aqui neste link: Curso Art Business

E aí? Bora entrar para esse mercado da fotografia?

Comente com o Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *