Ubatuba e suas praias paradisíacas

Nessa parte da história, nos concentramos em mostrar Ubatuba e suas praias paradisíacas cheias de paisagens inspiradoras. Se você quiser ver AQUI é onde conto a primeira parte da história, e falo mais sobre as aves!

O tempo que passamos lá costuma ser movimentado! Começa cedo, afinal o objetivo é aproveitar muito bem cada dia. Depois de decidido o lugar, é só madrugar, tomar um café reforçado e pegar a estrada! E hora ou outra dar uma pausa pra fotos…

Ubatuba - Rod Rio Santos

Ubatuba - Rod Rio Santos

Ubatuba - Rod Rio Santos

Ubatuba - Praia do Prumirim Ubatuba - Praia do Prumirim

Ubatuba tem excelentes e variadas praias! Num dos dias amanhecemos em Itamambuca, famosa por suas ondas. Gosto muito de chegar bem cedinho e ver a praia acordando: devagar o pessoal começa a organizar quiosque, varrendo, arrumando messas, o moço arrumando suas pranchas pra alugar, poucas pessoas andando, aquela tranquilidade…

No lado direito desce o rio que dá nome a praia, com água gelada, ideal dar um mergulho pra tirar o sal! 😀

Praia de Itamambuca
Rio Itamambuca

Rio Itamambuca Praia de Itamambuca

Ubatuba e suas praias paradisíacas - Itamambuca

Praia de Itamambuca

Praia de Itamambuca

Uma prainha pouco falada e que gostamos demais é a Praia das Conchas (ou do Lúcio). Bem perto do chalé sai a trilha que dá acesso a ela. A praia é bem estreita e como o nome diz, é forrada de conchas! Pode ser um pouco desconfortável andar descalço na areia (conchas?), então é bom chegar de tênis. Mas em compensação o mar azul-esverdeado rende boas fotos.

Colocamos as nadadeiras, câmera na mão e tigum! O ideal é ir com luvas porque tem alguns ouriços escondidos nas pedras. Mas como estávamos sem, o jeito era ficar de olho no lance. Ninguém espetou a mão e todos sobreviveram! Ou quase. Entrou um espinho no tornozelo do Elton. Mas nada que uma pinça não resolvesse. 😀

Praia das Conchas Praia das Conchas

Praia das Conchas Praia das Conchas

Praia das Conchas Praia das Conchas

 

Praia das Conchas

Levamos a Xtrax para uns vídeos na água mas o mar estava bem mexido. Então reparando bem nas poças que se formavam vimos uma pequena movimentação. Era um cardume de amborés que ficaram bem curiosos com a nossa presença:

 

Fechar o dia na Vermelha, brincando na água até o sol sumir de vista, também é bom demais!

Praia Vermelha do Norte - Ubatuba

Xtrax na Praia Vermelha do Norte - Ubatuba 8244274_orig

Praia Vermelha do Norte - Ubatuba

E na Praia da Fazenda os holofotes se voltaram pra esse toquinho de gente, pagando de modelo! 😀

Praia da Fazenda 2748488

Dessa vez na praia do Prumirim tinha um cara alugando umas pranchas de paddle surf e decidimos aceitar o desafio (aquele que a pessoa vai em pé na prancha, remando). Afinal, essa é outra praia com rio, e ali era o lugar perfeito pra aprender: sem ondas, água tranquilinha. Era só treinar o equilíbrio e pegar a manha do remo.
O Lucas foi o primeiro mas nem por isso tremeu na base. Subiu logo na prancha e foi, todo tranquilo… orgulho da mãe! 😀

Rio Prumirim - Ubatuba

Rio Prumirim - Ubatuba

O Elton arriscou no mar:

Praia do Prumirim - Ubatuba Praia do Prumirim - Ubatuba

Os mais avançados pegam onda. Já os iniciantes tiram foto dos avançados! 😀

Ubatuba e suas praias paradisíacas - Praia do Prumirim

E mais um dia termina…

Praia do Prumirim - Ubatuba

Praia do Prumirim - Ubatuba

E pra encerrar a viagem fomos até Picinguaba pois de lá pegaríamos um barco até a Ilha das Couves. Esse era um lugar que a gente tinha muita vontade de ir mas acabava enrolando.

A estradinha que desce até Picinguaba tem uma vista maravilhosa da Praia da Fazenda, do canto esquerdo onde desce o rio (outro rio!).

Praia da Fazenda - Ubatuba

Praia da Fazenda - Ubatuba

Picinguaba

Ilha das Couves Ilha das Couves

Ilha das Couves

Aproveitamos o cenário pra brincar com a câmera em baixo d’água! Ainda falta um pouco de prática… mas é assim que vamos pegar o jeito! Garanto que a trilha sonora é ótima! rs (Supertramp – Aries)

 

Pois é… a ilha dispensa comentários. É linda! Como não fomos pra lá antes? O pôr do sol daquele dia ganhou tons diferentes! Parecia uma pintura gigante em movimento…

Ilha das Couves Ilha das Couves

Ubatuba e suas praias paradisíacas - Ilha das Couves

Ilha das Couves

De volta ao continente, os barcos atracados pediram pra ser fotografados…

Picinguaba

Ubatuba e suas praias paradisíacas - Picinguaba

Picinguaba

E antes de voltar pra casa, faltava ir em um outro lugar! Uma cachoeira, subindo o morro do Prumirim (Lugar pouco visitado). E pra ajudar o “guia” chegou.

Era o Nelson, também conhecido como Capitão. Um caiçara que mora por ali e conhece cada folha de cada árvore daquele morro. Santista roxo, um figuraça! Sempre sorridente, parece um menino andando rápido pela mata. Se sente literalmente em casa, até porque ele mora ali, no meio daquela mata atlântica úmida e quente!

Nelson, o capitão

Mochila nas costas, hora de pegar a trilha e subir o morro!

Trilha Cachoeira do Prumirim Trilha Cachoeira do Prumirim

Trilha Cachoeira do Prumirim Trilha Cachoeira do Prumirim

Trilha Cachoeira do Prumirim Trilha Cachoeira do Prumirim

O Nelson por si só já vale o passeio. Ele é um barato! Vai andando pela trilha e falando nome de árvores e plantas que vê pelo caminho. Daqui a pouco lembra de alguma história e faz a gente chorar de rir enquanto conta! Vive com pouco e sorri muito. Esse é Nelson, o capitão!

Cachoeira do Prumirim

Cachoeira do Prumirim

Queimados de sol e cansados, era hora de arrumar as malas e voltar. Mal pegamos a estrada e o Lucas já desmaia no banco de trás, meio encolhido porque agora já não cabe direito lá! Enquanto eu e o Elton vamos tagarelando na subida da serra, lembrando por onde andamos.

Mas dessa vez o Elton não parava de reclamar de duas ‘coceiras’ que estavam tirando sua paz. Uma no braço e outra na cabeça. No começo achei que fosse um pouco de drama por uma picada de borrachudo ou algo do tipo. Mas, mais de 10 dias tinham se passado e o negócio tava lá ainda, coçando como nunca! Logo que chegamos em Campinas fomos ver o que era aquilo e pra nossa surpresa o Elton estava era bichado: dois bernes! 

O médico, engraçado que só, ficou rindo enquanto explicava pra gente do que se tratava, dizendo que no ‘tempo dele’ as pessoas tiravam berne com bacon! A melhor parte foi ter tomado três agulhadas na cabeça! O Elton adorou a sensação da agulha furando o couro cabeludo. Por um momento lembrei do ‘cacete de agulha’! rsrs

É… quem anda pelo mato sabe que isso não é impossível de acontecer. Não é surpresa chegar em casa com carrapato… Não vou negar que as vezes me dá raiva! Mas quando começamos a rever as fotos, a raiva toda vai pro espaço, e ficamos igual criança mostrando ‘figurinhas’ um pro outro. E nem ligamos mais para as picadas que tomamos! (até elas começarem a coçar de novo! rs) Afinal, todo esforço é recompensado…

 

Comente com o Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *